Por que plantar a seringueira?

A heveicultura tem uma rentabilidade superior a 18% ao ano.

Conheça diversas vantagens de utilizar a heveicultura como alternativa de plantio no processo de compensação das emissões dos Gases de Efeito Estufa (GEE’s).

1. A seringueira é uma das plantas que mais seqüestra o carbono da atmosfera por meio da fotossíntese no processo de constituição de seu tronco, galhos e folhas, mas principalmente na produção do látex, contribuindo significativamente com a neutralização dos Gases de Efeito Estufa (GEE’s).

2. Um hectare de seringueira, onde se planta em média 500 árvores, gera até 10 toneladas de CO2e em um ano.

3. A borracha natural tem atributos técnicos (como elasticidade e resistência à abrasão) superiores às borrachas sintéticas, podendo substituí-las em prol a conseqüente diminuição do consumo de petróleo, contribuindo ainda mais com a redução das emissões dos GEE’s.

4. A seringueira nutre o solo, recuperando áreas degradadas pelo pasto ou outras práticas agrícolas, inclusive em terrenos com até 35% de declividade.

5. Originária da região Amazônica, a seringueira pode se estender por todas as regiões compreendidas entre o Trópico de Capricórnio e o Trópico de Câncer, incluindo os estados de São Paulo (maior produtor nacional), Bahia, Mato Grosso, Goiás, Minas Gerais, Espírito Santo e Rio de Janeiro.

6. Por ser uma cultura perene, com produção durante 11 meses no ano e por mais de 40 anos, não necessita de manutenção intensiva e fixa o homem no campo com emprego para toda a família, evitando o êxodo rural.

7. A borracha natural é o segundo produto agrícola de maior peso negativo na Balança Comercial brasileira (o Brasil importa cerca de 70% das 345 mil toneladas consumidas anualmente).

8. No mercado mundial de borracha natural se observa um acentuado e crescente aumento de consumo desta commodity, bem superior a sua curva de produção, com projeções podendo chegar a níveis de 2,5 a 4,0 milhões de toneladas de déficit em 2030.

9. A heveicultura tem uma rentabilidade superior a 18% ao ano.

Aspectos mercadológicos

O Selo Seringueira Ambiental pode ser usado como uma ferramenta mercadológica, demonstrando o engajamento sócio-ambiental de sua empresa ou instituição, nas embalagens dos produtos e nos materiais de divulgação tanto interna quanto externamente.

A empresa pode ainda mencionar que possui o selo “Seringueira Ambiental” em palestras, conferências ou qualquer evento público, divulgando, sempre que possível, a iniciativa do ITeB no processo de neutralização das emissões de Gases de Efeito Estufa (GEE’s), mediante o plantio de mudas de seringueira.

Fonte: ITeB

Publicado em Seringueira